quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Farmacêutica Falando #TPM


Olá meninas, hoje vamos conversar sobre um assunto que faz com que muitas de nós sofra de todos os meses, a tal da TPM!!!

Mas o que é a TPM?
TPM ou síndrome pré menstrual é o período que precede a menstruação e nesse intervalo de tempo podem surgir vários sintomas que geralmente desaparecem no primeiro dia do fluxo menstrual, mas em algumas mulheres esses sintomas só desaparecem somente com o fim do fluxo.

E quais são os Sintomas?
Os sintomas na TPM podem ser físicos ou emocionais causando desconforto na mulher:

Sintomas Emocionais:
  • Depressão
  • Vontade de chorar
  • Irritabilidade
  • Ansiedade
  • Insônia
  • Fome em excesso ou falta de apetite
  • Sonolência
  • Dificuldade de concentração
  • Cansaço
Sintomas Físicos:
  • Dor de cabeça
  • Acne
  • Aumento de peso
  • Inchaço nas mamas
  • Dores osteomusculares
  • Distensão gasosa
Obs.: Para caracterizar a TPM não é necessária a ocorrência de todos esses fatores, que devem desaparecer com o fluxo para serem chamados de síndrome pré-menstrual.

E qual é o diagnóstico?
A TPM atrapalha a vida pessoal e profissional de diversas mulheres por todo o mundo todos os meses e essa tensão é gerada por alterações hormonais que antecedem a menstruação. Em geral, os sinais da TPM aparecem na metade do ciclo menstrual e desaparecem em até dois dias após o início da menstruação.
O diagnóstico da tensão pré-menstrual costuma ser demorado, principalmente pela falta de exames que comprovem a sua existência. As mulheres que tem sintomas mais severos passam em diversos médicos e demoram anos para serem diagnosticadas com a combinação de sintomas que condizem com a fase do ciclo menstrual exata para serem diagnosticadas com TPM. Outra questão é que a maioria das mulheres que têm sintomas intensos de tensão pré-menstrual não procura ajuda médica por acreditarem que são normais ou por acreditarem que o médico não dará importância para a sua queixa.
Apesar de não ter diagnóstico e tratamento exatos, a TPM pode ser caracterizada por um quadro de sintomas que podem ser amenizados por meio do tratamento correto. Se você passa por esse sofrimento todos os meses não espere pela sua próxima menstruação, procure o quanto antes um ginecologista, explique seu problema e inicie o melhor tratamento para o seu caso, TPM tem tratamento!
Então quais são os tratamentos e cuidados?
Por se tratar da TPM, não existe um tratamento específico, já que os sintomas variam muito de intensidade para cada mulher. Entretanto, há medidas que aliviam os sintomas.
O melhor caminho para o tratamento da TPM é consultar um médico ginecologista e descrever para ele todos os sintomas que a mulher sente antes e depois da menstruação. O melhor medicamento é o que, sozinho ou associado, reduza os sintomas.
Como essa síndrome está ligada à ovulação, muitas mulheres podem se beneficiar do uso da pílula anticoncepcional, que suspende a ovulação. Resultados não cientificamente comprovados mostram que a vitamina B6 (piridoxina), a vitamina E, o cálcio e o magnésio podem ser usados na melhora dos sintomas. Outro medicamento é o ácido gama linoleico, que é um ácido graxo essencial e pode ser encontrado no óleo de prímula.
Obs.: Existem advertências sérias a respeito de medicações alternativas naturais e de possíveis efeitos colaterais graves, portanto, esse ou qualquer outro medicamento, mesmo que “natural”, só deve ser usado mediante prescrição médica.

Convivendo com a TPM, é possível?
Para muitas mulheres, a TPM pode atrapalhar as tarefas diárias, sejam profissionais ou pessoais.  Para amenizar os sintomas da TPM, sugerimos as seguintes dicas:
  • Realize atividades que proporcionem bem-estar, como passear no parque
  • Faça uma atividade física. Pode ser uma caminhada ao ar livre, andar de bicicleta, nadar ou jogar tênis. Isso ajuda a reduzir a tensão e a melhorar a autoestima
  • Evite agendar compromissos importantes para os dias que antecedem a sua menstruação
  • Procure cuidar de seu corpo, mesmo que você não vá sair de casa. Isso também ajuda a elevar a sua autoestima
  • Afaste os pensamentos negativos, seja otimista e mentalize coisas boas
  • Procure fazer uma alimentação balanceada com verduras, frutas e legumes
  • Diminua o sal. Ele ajuda a desencadear os inchaços, pois contribui na retenção de líquidos
  • Redobre os cuidados com a pele. O aumento de oleosidade da pele e surgimento de acnes está relacionado com esse período. Por isso, a boa alimentação é fundamental
  • Evite o consumo excessivo de carboidratos e açúcares, como doces, chocolates e amendoim
Bom, espero que tenham gostado do post e que eu tenho ajudado vocês de alguma forma! Qualquer dúvida deixe nos comentários que eu irei responder a todas!

Um super beijo e fiquem com Deus!